segunda-feira, 26 de março de 2012

Resultado de perícia médica










Se você é empregado o resultado da perícia médica tem que ser dado na hora, caso isso não tenha acontecido volte ao INSS e pegue a comunicação da decisão, é seu direito.

Para quem não é empregado o resultado de perícia médica não é dado na hora pelo médico perito, e a orientação que recebe é que deve esperar no mínimo 10 dias. O sistema do INSS não libera a carta antes desse período e os servidores são orientados a não passarem o resultado.

Muitas vezes as cartas de comunicação de resultado da perícia nao chega à casa da pessoa, principalmente pedidos de prorrogação e Reconsideração, e geralmente o segurado fica ancioso para saber o resultado.

Porém é possível obter o Resultado de perícia médica antes do prazo estabelecido de 10 dias pelo Telefone 135 ou pela Internet.

Pela Internet acesse: http://www010.dataprev.gov.br/cws/contexto/consit/consit1.html

É necessário ter o número do requerimento ou benefício em mãos, ele está marcado no requerimento, então antes da perícia anote, ou tenha uma cópia do requerimento com você

Pelo 135 é só ligar e seguir as orientações do antendente.

543 comentários :

1 – 200 de 543   Recentes›   Mais recentes»
cintia disse...

gostaria de saber como obter as considerações do perito no resultado da pericia, o que o perito alega quando da o resultado indeferido.

Mr. Prev disse...

ele alega que sua doença nao a torna inapta para o trabalho. A doença existe, mas nao a incapacidade laborativa.
Isso nao tem como ele ti explicar, as cartas de comunciações sao padronziadas, mas quando é indeferido, o significado é esse que eu passei.

Unknown disse...

OLha estou desde 2011 aguardando esta carta, e nem o 135 sabe explicar o que está acontecendo, nem os atendentes da APS onde fiz pericia, são informações desencontradas, o meu DCB está 00/00/0000, se data para cessar, e meu salário beneficio está sendo depositado normalmente.

Mr. Prev disse...

essa data zerada siginifica Sugestao de aposentadoria ou revisao de 2 anos, No caso de revisao voce ira ser convicado para comprovação de Incapacidade, a DCB esta 00/00/0000 mas há DCI(Data de Comprovação da Incapacidade). Voce ira receber normalmente ate a convocação, a nao ser que a carta nao chgue para voce, na duvida pergunte ao servidor do INSS qual a DCI, assim voce ja vai se preparando.

Moka Silva disse...

Mr. Prev, bom dia, o Sr. está correto, logo após a pericia em 2011 existia no sistema uma data para 2013, ou seja 02 anos depois, depois esta data sumiu, os atendentes tanto do 135 como da APS onde faço pericia informam que não há DCI (como antes) e sim um DCB 00/00/0000, elas me informaram que este processo segue para o Ministério da Previdencia e lá é que retorna para a APS informar ao segurado (?) a decisão tomada se é uma aposentadoria ou um DCB longo (?).

Mr. Prev disse...

Para a data de DCI sumir é pq algum perito fez revisao no beneficio, pode ter sido para fazer sugestao de apsoentadoria.
Nesse caso, o medico perito da Gerencia executiva homologa ou nao a sugestao. Nao vai nada para o Ministerio, a nao ser que tenha dado algum problema.
Quem decide ou nao é o Serviço de saude do trabalhador(SST) da gerencia executiva que a APS é subordinada. Eles tem seis meses para isso, caso contrario seu beneficio é suspenso até eles tomarem algum decisão(apsoenta ou coloca uma DCB)

Se houver sugestao de apsoentadoria aparece para o atendente o alerta. MAS DCB 00/00/0000 ou é revisao de 2 anos ou sugestao de aposentadoria. Se nao tem DCI fico com a segunda opção

Moka Silva disse...

OK Mr. Prev, suas explicações são esclarecedoras, muito obrigado caso haja uma nova novidade posto novamente mais comentários, muito obrigado.

Moka Silva disse...

Mr. Prev, continuando a discussão no último dia 22/05 (terça-feira), o INSS fez revisão de calculos em meu beneficio, aumentado meu salário beneficio em R$7,00 (sete reais) só que antes eles se basearam em 110 contribuições, e nesta ultima revisão eles tiraram 07 contribuições e fizeram os calculos em cima de 103 contribuições, o fato é que eu não solicitei a revisão de meu beneficio, também alteraram minha filiação pois constava que eu era DESEMPREGADO e agora consta que sou empregado e minha profissão, será que este revira volta tem a ver com minha concessão de aposentadoria??

Mr. Prev disse...

A revisão foi feita pois seu beneficios estava errado e qualquer servidor adminstrativo pode fazer, mesmo que voce nao peça, e isso não significa necessariamente que voce será aposentado, mas provavelmente o pedido de revisao partiu do setor que está analisando se ti aposenta ou não.

Eles viram que estava errado o DESEMPREGADO e pediram para o setor administrativo arrumar.

Eu arrisco dizer que sairá sua aposentadoria. Quando ha uma conversao do auxilio doença para apsoentadoria por invalidez, um novo numero de beneficio é criado a partir do antigo, se o antigo estiver errado o novo tambem sai errado, isso justificaria a revisão.

Mas pode tambem ser apenas uma correção.

Moka Silva disse...

Obrigado Mr. Prev, espero que saia mesmo esta aposentadoria, 08 anos em auxilio, sem nenhuma pericia indeferida, nunca tive alta médica, sempre fui bem tratado na pericia. Valeu.

Mr. Prev disse...

Vai dar tudo certo!!!
Até mais!!

From Mars disse...

Olá, adorei o seu blog! Esperei por uma perícia média por 4 meses para o auxílio-doença e no dia a médica não me informou se eu deveria voltar a trabalhar ou não. Liguei uns dias depois para o 135 e disseram que eu teria que esperar a carta de comunicação. No site da previdência consta que o requerimento está em processamento. Comuniquei a empresa e me informaram que eu deveria esperar chegar a carta. Essa semana completa um mês da data da perícia e ainda não recebi nenhuma carta. O que devo fazer? Voltar a trabalhar? Esperar? No caso de pedido indeferido, posso ter algum tipo de problema com a empresa, já que vai completar 30 dias, devido a essa demora de retorno do INSS? Tenho medo de ser demitida por abandono de emprego.
Obrigada

Mr. Prev disse...

Empregado tem o direito de receber a carta de comunicação no dia, espera em casa os outros tipo de segurado(Facultativo, Contribuinte Individual, Segurado Especial).

Pelo menos é assim quando se trta de pericia inicial, PP ou PR. Pericia de Recurso que pode demorar caso vá para Junta de Recurso, ams pelo que entendi o seu caso não é recurso.

Sugiro ir ate o INSS para saber o que está acontecendo, geralmente nao demora esse tempo todo, a não ser que tenha dado algum problema(Problema no sistema), isso as vezes acontece.

Rose disse...

Olá, bom dia!

Estou em "auxílio doença" desde agosto de 2011 devido a complicações da esclerose múltipla,neste tempo já tive várias internações, mas meu benefício é sempre prorrogado de 3 em 3 meses, trabalho como autônoma, mas a minha esclerose é progressiva, cada hora um problema, atualmente perda parcial da visão,dificuldade de locomoção, etc.

Quero saber se tem como eu pedir um tempo maior para tentar me estabilizar, pois passei pela mesma perita 2x seguidas, mas ela é mais otimista que meus médicos do HC, e ela já viu que houve piora no quadro, mas me dá somente 3 meses.

Obrigada

Unknown disse...

Primeiro quero parabenizá-lo pelo blog! É tão bom ter algum lugar para tirar dúvidas! Ainda mais quando quem as deveria dar não está tão bem preparado. Bom... minha mãe recebeu auxílio-doença até 23/08/2008, após vários pedidos de prorrogação. Mas nesta época o sistema não permitiu o agendamento de perícia para prorrogação, apenas para recurso, mas somente no dia 29/10/2008. Tenho até o print da tela nos dias anteriores. Foi feita nova perícia e o médico perito não identificou a incapacidade laborativa dela (que já estava afastada há 4 anos). Então só nos restou entrar com um pedido de recurso direto na agência. E isso demorou muito. Íamos mensalmente na agência, mas não obtínhamos resposta. Até que hoje consultei o site do INSS e verifiquei que o resultado saiu dia 10/06/2011. E, claro, o pedido foi negado por unanimidade pela 13ªJR. O que posso fazer agora?! Ainda há um jeito da previdência social fazer justiça com a minha mãe?! Ela sofre com síndrome do pânico, depressão, vive dopada por causa dos remédios que toma... E tudo isso depois de trabalhar na CPTM (Companhia de Trens Metropolitanos de São Paulo). Preciso de uma orientação e/ou uma indicação de um bom profissional para me ajudar nisto. Muito Obrigada, desde já, Daniela Pereira.

Mr. Prev disse...

O tempo é escolhido pelo perito atraves da conversa que ele tem com voce, seus laudos e a experiencia médica dele.

Mr. Prev disse...

Recurso para Junta é demorado, pode ser 6 meses,um ano ou até mais, não deveria, mas é o que acontece. Eu geralmente recomendo ao segurado que entre com novo pedido de auxilio-doença enquanto a Junta vai julgando o recurso anterior, muitas vezes o segurado ganha um novo beneficio, e os atrasados ficam por conta do recurso(caso ganhe). Materia médica só tem recurso para Junta, o Conselho não analisa esses casos, sendo assim pelo INSS não da mais para mexer com esse beneficio, agora é pedir um novo com data a partir de agora.

Se o INSS nao conceder novamente o beneficio cabe entrar na Justiça, que tambem pode ser demorado, mas é o que se pode fazer.

Pegue laudos medicos atualizados e marque uma nova pericia.

Eron disse...

Amigo eu estou em pericia medica desde 10/2009 e em 03/2012 me foi negada a prorrogação de beneficio fui orientado pelo servidor do inss para fazer um recurso eu fiz vc sabe me dizer qto tempo leva este recurso pois o medico do trabalho onde fui pegar o atestado para retornar o trabalho me atestou inapto o que devo fazer pois estou sem receber desde de Março deste ano

jv disse...

boa noite,me foi concedido bebeficio de auxilio doença desde junho de 2011 onde foi prorrogado em agosto de 2011.art.59 da lei 8213 de 24/07/91 artigos,43,71,78. o limite do beneficio será informado em novo comunicado.tenho asma de dificil controle e que veio piorando de algum tempo pra cá.procurei me informar no inss e consta dcb pendente de 1 ano,ainda não recebi carta nenhuma e estou recebendo normalmente.o que significa isso? será que há a possibiladade de me aposentar por invalidez,pois praticamente não posso mais fazer esforço nenhum sem ter uma crise,e o serviço que faço requer muito esforço. desde já agradeço pela atenção e orientações!

Mr. Prev disse...

Se o processo foi apra junta vai demorar varios meses, conehço casos de 6 meses, 9 meses e até mas de um ano, depende da Junta de Recurso. Nao deveria, mas é o que acontece devido ao grande numero de recursos.
Voce nao precisa esperar a respsota, voce pode dar entrada em um novo pedido de auxilio doença, se ganhar vai recebendo daqui para frente, e os atrasados ficam por conta do recurso.

Mr. Prev disse...

Ou voce caiu na Revisao de dois anos ou há sugestão de aposentadoria. Muitas vezes o Perito da o prazo máximo de dois anos, e nesse caso nao há DCB e sim DCI(data de comrpovação de Incapacidade), e voce vai receber enquanto nao ti convocarem para nova pericia(2 anos depois do inicio)

No caso de sugestao de aposentadoria o perito chefe vai anlisar e pode homologar ou recusar a sugestao.

Pelo que voce falou foi o caso da DCI, entao não há sugestao de aposentadoria, por enquanto.

Vanusa Dias disse...

Olá, uma boa tarde!Dei entrada no meu auxílio doença(alegando HÉRNIA DE DISCO e LOMBALGIA AGUDA), no primeiro mês,a perita me deu o beneficio até a tal data da perícia,comprovando minha incapacidade laborativa.Mas como ainda não me sinto bem para exercer minhas funções como camareira,que exige muitos esforço físico,entrei com o recurso de reconsideração, que me foi negado.Retornando ao meu trabalho o médico da empresa me colocou inapta,para exercer minhas funções.Ao ver o meu laudo e o resultado da minha ressonância ele não me liberou para o trabalho.E agora,o que eu faço?Entro com recursos de junta médica,porém fiquei sabendo que demora muito tempo e além de tudo podendo dar indeferido,ou faço pedido de um novo benefício?Esse pedido de benefício pode ser em outra agência do INSS,ou tem que ser no mesmo posto do primeiro?E tem que esperar 30 dias para requerer um novo número de benefício?Estou desesperada pois pago aluguel,contas atrasadas e nem sei o que fazer! Quem puder me tirar essas dúvidas,desde já GRATA!

Sr. Gold disse...

Olá, estou tentando um aux doença para minha mãe mais ja foi negado 4 vezes , medicos alegam que ela tem capacidade de trabalhar, ela contribui a mais de 1 ano, tentando trabalhar como vendedora de perfumes, tem Artrite reumatóide/artrose/osteoporose "a familia toda que atinge os ossos", juntas duras/travada , dor aguda constante pelo corpo e inchaços perna e braço, com agravante quando pega peso, fisico bem magro e fragil, toma varios medicamentos fortissimo com risco cancerianigeno"até esperimentais", até os medicos que aconpanha o tratamento dela falou que ela tem direito a um auxilio,e que era pra ela tentar aposentadoria ou auxilio... porem ja foi negado 4 vezes , vou ter que recorrer na justiça?

phnascimento disse...

Bom dia Mr prev. obrigado pelas suas orientações,agora fico um pouco mais tranquilo.a única duvida que tenho é devo ficar tranquilo e esperar um comunicado do inss ou eles podem cessar meu beneficio sem prévio aviso?pois entrei em contato com eles pelo telefone e não souberam me informar qdo cessa o benef. ou qdo serei convocado para pericia?

musica disse...

Bom dia Mr prev seguinte estou afastado desde 2007 e sempre fiz pericia regularmente ja em 2010 fiz uma pericia onde o medico perito meu deu 02 anos..mais no comunicado não informa que e 02 anos mais eu lembro-me dele ter falado..agora em junho vençeu os 02 anos eu liguei no 135 onde não tinha data final so tinha 00/00/00 a atendende me disse para eu procurar a APS para ter mais informações semana passada eu procurei onde não achava meu beneficio ara remarcar a pericia apos uns 40 minutos de espera conseguiram marcar uma pericia para mes de agosto..
Minha pergunta e?
Agora quando for fazer a pericia e para decidir que eu aposento ou podem pedir mais 02 anos de afastamento???

Mr. Prev disse...

phnascimento, nos casos de DCI(Comprovacao de Incapacidade) o beneficio apenas será cessado após perícia médica.

Mr. Prev disse...

Voce deve entrar com recurso pois assim voce recebe desde a data que seu beneficio terminou, isso se ainda estiver dentro do prazo para recurso, mas voce nao rpecisa ficar esperando a resposta da Junta de Recurso pois pode demorar, entao alem do recurso peça nova pericia. Uma recurso an Junta pode demorar varios meses para chegar a resposta.
Voce pode pedir nova pericia em qualquer agencia no INSS a qualquer momento.

Mr. Prev disse...

primeiro entre com recurso para Junta, se continuar negado a opção é a Justiça. Se ela ficou incapaz depois de 12 meses de contribuições basta comrpovar o rpoblema de saude, seja no inss ou na justiça.

Mr. Prev disse...

podem ti aposentar ou podem colocar uma data de cessação

musica disse...

Mr.Prev que DEUS ti ouça...Assim que eu tiver o resultado posto aqui..Valeu mesmo...

Eliane Teixeira disse...

OI meu nome é Eliane, gostaria de uma informaçao: nao sei si isso é verdadeiro,mas ouço pessoas dizendo quando pessoa completa 2 anos (pericias diretas afastamento continuo no inss), a aposentadoria sai automaticamente ?
è verdade ? Se for devo verificar com inss o caso de meu marido ? Esta afastado do trabalho desde janeiro/2010(ja passou de 2 anos) tem 22 anos de trabalho neste serviço, ele esta hoje com 51 anos de idade; e esta afastado por problemas depressao com transtorno mental (ultimo atestado entregue na pericia diz: Em tratamento por mim, consta quadro psicotico, de carater cronico, com incapacidade funcional para interagir-se com pessoas e bens; delirios paranoides, desconfiança, distraçao, distrabilidade, atitude paranoide) hd f20 0

Valdemir Pingo disse...

valde mir fis uma pericia pois o perito dise que eu aguar dase en casa de 10a 20 dias e nao me deu nem um numero para que eu posa saber pelo 135 que eu faso

Lucas Melo disse...

Boa noite, meu pai passou por uma pericia em fevereiro e o médico falou que como ele está com um tumor na hipófise ele daria um ano a ele para que o mesmo se trate.Só que até o presente momento a carta não chegou.Gostaria e saber se tem como eu imprimir essa carta pela internet desde já obrigada.

antonio ricardo pinto disse...

boa noite eu fiz uma cirurgia em 2008 da coluna eu tinha hernia de disco l4,l5 coloquei prótese mas não ficou bom a astis esta comprimindo o nervo , eu perdi parte do movimento da perna esquerda eu não recebo o AA que por direito eu deveria , no més 4 me afastei de novo devido as dores e o medico quer fazer uma nova cirurgia ( estou com medo) o INSS me negou o beneficio , e o medico da empresa não me da alta o que eu faço ?? estou desesperado tenho aluguel e contas para pagar e crianças pequenas v

biane marins disse...

boa noite,faz 3 anos que estou nao aucilio doença entre altas e novas pericias , no final do ano passado o perito fez uma sugestão de aposentadoria,continuei recebendo normal até que hoje meu pg não estava na conta, fui no inss e eles falaram que ainda não tinham visto meu caso que meu pagamento ficaria bloqueado até sair a homologação ou não, se nãofor homologado eu estarei altomaticamente de auta ,eu te pergunto. ou terei que fazer uma nova pericia, tenho distrofia simpatico refleo, s. t. carpo, tendinopatia cronica e problemas de coluna, não mecho o membro superior direito apos cirurgia. será se terei alta, porque demora tanto homologar ou não... tire minhas duvidas por favor. obrigada e boa tarde.

E C A S disse...

Eu fiz uma pericia no inss que foi negada, pois ainda sinto muitas dores (tenho tendinite no trapezio e no pé esquerdo), como sou consultora comercial tenho que dirigir então o meu pé e os braços doem muito. Eu agendei uma nova pericia que só será daqui a 35 dias. O dono da empresa mandou eu voltar a trabalhar, ele pode me despensar? Eu realmente devo voltar a trabalhar mesmo com fortes dores?

Mr. Prev disse...

O resultado pode ser obtido atraves do telefone 135.

ou se voce tiver o numero do beneficio acesse http://www010.dataprev.gov.br/cws/contexto/consit/consit1.html

Mr. Prev disse...

Se a empresa nao ti aceita trabalhando entao o negócio é receber auxilio doença, seja pedidndo no INSS ou na Justiça.

Após a cirurgia com certeza vai receber pela previdencia.

Mas tente entrar com recurso pra Junta do INSS, a respsota costuma demorar então nao fique esperando, entre com recurso e faça novos pedidos de beneficio(aixilio-doença)

Mr. Prev disse...

Quando há sugestao de aposentadoria o INSS tem 6 meses para homologar e se nao acontece nesse tempo o pagamento é bloqueado. Geralmente nesse caso o INSS agiliza para fazer o mais rapido possivel ja que voce nao pode ficar sem pagamento devido a demora deles. O Inss podera homologar a sugestao ou colcoar uma data fim em seu beneficio

Mr. Prev disse...

Se voce nao tem condição de voltar nao deveria. Há pericia marcada comrpovando que voce não abandonou o serviço.
Mas eu que nao vou ti orientar nesse caso, sugiro voce procurar alguem da area trabalhista.

Mr. Prev disse...

se nao consegue pelo 135, vá ao INSS.

Pelo site da previdencia tambem é possivel saber, mas precisa do numero.

biane marins disse...

bom dia, e obrigada pelas informações.... no caso da minha aposentadoria não ser homologada e o inss der uma data final para o fim do beneficio( mesmo eu tando incapacitada para as atividades que eu fazia antes) posso contestar, ou depois dessa data fim posso pedir outra vez auxilio doença? operei a mão e perdi o movimento dela dentre outras dificuldades de saúde. não tenho condições nenhuma nem de pentiar o cabelo, tomo remedios carissimos para "distrofia simpatico reflexo"" e" neuropatia nos membros superiores". não consigo ter nenhuma atividade remunerada e tenho que ter pelo menos uma sobrevida digna.... sou brasileira, honesta, e sempre batalhei e agora que precisso do auxilio do meu BRASIL do fundo do coração espero não ter que passar mais pela humilhações que já passei em algumas pericias medicas que fui submetida. sou imcapaz não porque quero. obrigada pela atenção de novo.

Alisson disse...

Tenho depressão grave, estou afastado a 15 meses e nas minhas perícias eles sempre me dão 3 meses. Tenho pessoas conhecidas que estão com o mesmo problema e recebem sempre 1 ano, 2 anos para uma nova perícia. Você sabe o motivo?

giliandro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
giliandro disse...

boa noite

Se o tempo de espera da pericia ultrapassar 30 dias e eu ñ receber auxilio doença issu pode se transforma em justa causa?

um abraço!

Danny disse...

Olá,
Fiz pericia ontem 09/07, pedido de prorrogação de auxilio doença que estou desde 22/12/2011. O médico disse q deveria aguardar o resultado em casa. Já liguei diversas vezes e ainda não há retorno.O que houve?? Das outras vezes que fiz pericia, uma me deram a carta na hora e na outra quando cheguei em casa liguei no 135 e me deram a resposta..... Sou desempregada, será que é isso?? Disseram para ligar daqui a 4 dias.....

Mr. Prev disse...

os 135 informa, se tiver o numero do beneficio da apra ver pelo site da previdencia tambem, na duvia va ao INSS

Rodrigo santos disse...

boa tarde, fiz a perícia média na sexta feira dia 13/o7, pedido de prorrogação, até ontem, aparecia no site beneficio concedido, hoje fui olhar, apareceu situação, cessado. Nesse caso pode o site estar atualizando, onde cessa o antigo para atualizar o novo requerimento e obter a resposta? ou é isso mesmo, éssa é a resposta?

Mr. Prev disse...

Se nao for homologado e colocar uma data fim, voce pdoera pedir PP, PR, entrar com recurso, ou uma nova perícia.

Mr. Prev disse...

Sem chance, só a pericia pode dizer, mas o fato de outra pessoa ter depressao nao significa necessarimente que os sintomas sao identicos e na mesma proporção, provavelmente é isso.

Mr. Prev disse...

Nunca vi isso acontecer, voe nao foi trabalahr pois a empresa nao aceitou, tanto qeu informou seu ultimo dia de trabalho e havia pericia marcada, sendo assim nao ha just causa. Agora SEM JUSTA CAUSA por iniciativa do empregador, ai é outro papo

Mr. Prev disse...

Sugiro confirmar no 135. Mas pelo que voce me disse, parece que a pericia do dia 13/07 cessou seu beneficio.

José Carlos Gomes disse...

Olá Boa noite, estou e auxilio doença desde 2/2007 e definitivo a partir de 01/2010 via judicial. cid m51.1 /m23 e I10. já fiz 02 pericias revisões e agora chegou a 3ª só que antes era no posto e agora me chamaram na gerencia executiva r. pedro lessa 36 e marcaram para copacabana, é possivel ter uma leitura desses novos fatos.
meus exames mostram hernia de disco , estou na fila de espera para cirurgia sou o 1255º no INTO, tenho hipertensão grau 2 , alem do joelho.
os novos exames mostram o mesmo quadro de 2007 será que eles podem cessar o beneficio ? ou é indicio de possivel aposentadoria ?

Mr. Prev disse...

Ai voce me aperta!!! Nao tem como saber o que eles pretendem! Apenas o fato de fazer na GEX nao tem um significado específico

Rafael Siqueira disse...

Mr Prev. sofri uma entorse no tornozelo direito e fiz hoje minha perícia médica no INSS. A Dra me deu 60 dias, como é a primeira vez que utilizo o INSS não sei ao certo como as coisas acontecem. gostaria de saber em relação ao valor recebido, quantos % em cima do meu salário atual? e como é feito o pagamento do benefício? demora muito para receber?

janaina disse...

Mr Prev meu nome é janaina a firma onde eu trabalho agendou a pericia e no dia que eu passei com o medico ele disse que iria passar o meu caso para o superior reavaliar meu caso e nao obtive resposta ( a carta de concessao ) do beneficio e eu informei que a medica da empresa onde eu trabalho precisava do resultado, o que eu faço pois ela precisa urgente demora muito tempo pois me informaram que dependendo do tempo é justa causa.Como eu faço para receber o resultado?

Sandra Borges disse...

Se eu voltar a trabalhar e pedir contas eu terei direito ao salario desemprego?
Sandra

biane marins disse...

bom dia, estou esperando minha homologação de aposentadoria por invalidez e meu pg foi bloqueado, estou sem remédio e com contas atrazadas, mais as contas eu nem ligo pago com juros mais os remedios me fazem muita falta, minhas dores estão maiores, quase não consigo fazer nada sem os meu remédios, estou perdendo as forças e a fé no meu Brasil, estou muito depressiva... aqui em niteroi tem só uma perita na agencia do bairro de fátima que homologa aposentadorias e pro meu total e devastador desespero ela esta de férias, socorro..... já fui na agencia + de 10 vezes liguei pra ouvidoria e nada, o que eu faço, me ajude pelo amor de deus....

Marcelo Diniz disse...

Caro amigo fiz uma perícia e estou aguardando a tal carta em casa....Cliquei no site recomendado pelo senhor sobre a situação do benefício e lá aparace beneficio concedido...Mais a carta ainda não chegou,o que isso quer dizer ? Desde já agradeço e sue blog é Maravilhoso,abraço sincero!

José Carlos Gomes disse...

Olá boa tarde, Mr. inss, como funciona o auxilio doença via judicial. O inss pode dar alta ? mesmo os exames constatarem a lesão/doença anterior ? outra coisa o fato da DID ser 2006 e a DII ser 2010 pode influenciar no fato da incapacidade ser permanente ? Eu estou na fila de cirurgia no INTO , pergunto o fato de haver a possibilidade de cura ou melhora através da cirurgia impede a aposentadoria, estou perguntando pois sempre levo o laudo e exames do INTO, mas não sei se me ajuda ou atrapalha na questão de aposentadoria.

José Carlos Gomes disse...

se puder responder hoje ainda agradeço a pericia é amanha.
não sei se deixo ou excluo os laudos e exames referente a cirurgia.

José Carlos Gomes disse...

outra coisa vi no seu blog e liguei para saber sobre DCI, e qual tinha sido o resultado da ultima pericia, a informação foi que não tinha como saber o DCI , e o resultado da pericia tambem não , mas o DCB era 00/00/0000 sem limite.
meu aux doença foi via judicial.

biane marins disse...

bom dia,bom dia mesmo..... finalmente minha aposentadoria foi homologada,corri atraz,ou melhor na frente e enfim....aposentada e mais tranquila para me cuidar.... obrigada por tudo e bom final de semana......

Mr. Prev disse...

Parabnes, e bom final de semana!!!

Mr. Prev disse...

O calculo é uma media com 80% de suas maiores contribuicoes de julho/1994 ate hoje, no caso do auxilio-doença sao 91% dessa media que é sua renda mensal inicial

Mr. Prev disse...

Com o numero do beneficio voce pode obet a resposta pelo 135 ou Internet. Mas por qual omotivo foi para o superior? isso geralemnte acontece quando ha sugestao de aposentadoria por invelidez, ou auxilio-acidente. Nao tem como eu saber o pq só com essa informação que voce me passou.

Mr. Prev disse...

Salario desemprego? caso esteja falando do seguro desemprego isso é com a CEF e não INSS(Previdencia).

Mr. Prev disse...

Geralmente quando chega ao ponto do pagamento ser bloqueado, o INSS agiliza as coisas, da prioridade para esses casos. Infelizmente esse é um problema em muitas carreiras publica, a falta de servidores, pode ter certeza que o INSS esta tentando fazer o mais rapido possivel.

Mr. Prev disse...

Significa que foi cocneido, entao se a carta nao chegar va ao INSS para saber em qual banco ser depositado. Essa carta tem qeu char no amximo em uns 15/20 dias

Mr. Prev disse...

É a respsota, o beneficio foi cessado, acabou. Se naot iver condição de voltar ao trabalho tera que pedir reconsideração/recurso ou um novo beneficio. A nao ser que tenha cessado para começar uma aposentadoria por ivalidez, ja que em caso de aposentadoria é gerado um novo numero de beneficio e o atual é cessado.

Mr. Prev disse...

Depois de seis meses de concessão o INSS chama para pericia medica, o resultado é enviado a procuradoria, se for indeferido encaminha ao juiz para ele decidir se acata o resultado...

Mr. Prev disse...

DID e DII em data diferente é a coisa mais normalq eu tem, elas geralmente sao no mesmo dia em caso de acidente.

Mr. Prev disse...

Infelizmente nao deu para respoder no mesmo dia.

Mr. Prev disse...

Via Judicial nao tem DCI nem DCB, vai depender da proxima pericia que como ja foi respondindo geralmente é seis meses depois da concessao.

Augusto Cezar Braga da Silva disse...

Bom dia Mr.Prev, estou em auxílio doença desde de Fev/12 até Ago/12, entrei com o pedido de prorrogação visto que meu médico concedeu um laudo, onde informa que não tenho condições de retornar ao trabalho (tive um infarto grave e coloquei um stend). Liguei no 135 e marcaram para Outubro 2012 uma nova perícia. Pergunto se vou continuar á receber o meu pagamento ou será bloqueado..?
No aguardo
Augusto Cezar

Regis M.S disse...

Primeiro quero parabenizá-lo pelo blog!
estou e auxilio doença desde 1/02/2002
com a doença espondilite anquilosante Cid 46
só que agora fui encaminhado a fazer RP só que agora a RP fala que não tem como fazer nada e fui encaminhado a fazer uma junta medica no dia 20/07/2012 só que era um casal de medico pagando a informação pra encaminha pra junta medica onde sai o resultado no dia 27/07/2012 só que e o casal me falou que eu era muito novo com 29 anos era pra fazer algum curso mais a decisão é da junta medica so que ele falou que no relatório dele eu tinha condições e falou que a junta medica ia pega as informações que ele fez e junta com aquela que esta la na junta medica só que ele falou que adecisao é da junta medica talves eles pode me continuar afastado ou pode manda eu na RP ou da alta minha duvida é oque eu posso fazer se me da alta como posso fazer se eu estou com o pedido de Prorrogação tem como marca outra perica me ajuda obs empresa onde eu trabalhava faliu e agora o INSS não sabe oque devo fazer se ele me da alta ? desde de já agradeço e Boa tarde

Lezinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lezinha disse...

Em primeiro lugar gostaria de elogiar seu blog!
O mês passado fiz pericia de prorrogação e obtive alta ,fui orientada a pedir reconsideração já q não me sentia apta a retornar ao trabalho, tenho marcada pra setembro pericia para a reconsideração, mas o meu benefico se encontra cessado, não sei o q fazer até lá e se posso retornar ao trabalho , o q devo fazer pois minhas medicações são caras e sem beneficio fica dificil de manter meu tratamento..
Desde já agradeço e fico no aguardo.

Eron disse...

Amigo como já relatei em uma outra oportunidade estou em auxilio doença desde 05/10/2009 em 15/03/2012 me foi negado tentei as reconsiderações cabiveis fiz um recurso e marquei uma nova pericia mais o mais engraçado que o medico do trabalho da minha empresa me atestou inapto para o retorno eo medico da previdencia não reconheceu minha incapacidade para o trabalho vc pode me dar uma sugestão do que fazer neste caso? so para deixar mais rico de informações o medico que cortou em março minha pericia foi o mesmo que me negou desta fez

Mr. Prev disse...

Voce recebera até a data da pericia, devido a uma Ação CIvil Pubica.

Mr. Prev disse...

Voce pode fazer pedido de prorrogação ou Reconsideração, e caso ja tenha feito os dois há a opção de Recurso e entrar com um novo pedido de auxilio-doença.

Mr. Prev disse...

Vamos lá!
Pedido de reconsideração não garante pagamento ate a data da pericia. Se voltar ao trabalho é porque tem condição, então não tem o porque fazer a pericia, mas corre o risco deles negarem e voce ficar sem receber esse periodo.
Resumindo, se voce tem condição de voltar ao trabalho entao volte e esquece a pericia(desmarque), se nao tiver ai nao tem jeito é torcer para que o beneficio seja pago pelo menos até a data da pericia.

Mr. Prev disse...

Se o INSS não concede de forma alguma(novo pedidto, PR e recurso), cabe tentar judicialmente, ja que a empresa não aceita voce de volta. Voce pdoe ate tentar em uma outra agencia com outro perito para ver o que acontece.

Vitor Vidal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Angela Santana disse...

Olá Mr. Prev. Parabéns por essa ação de ajuda!! Gostaria de tirar uma dúvida: minha mãe faz parte da agricultura familiar e contribui através do funrural há mais de dez anos. Devido a problemas de artrose e hérnia de disco na coluna ela está incapacitada para trabalhar. Ela deu entrada com pedido de auxílio-doença em feveiro deste ano, a perícia foi marcada para abril e o perito negou. Ela entrou com pedido de nova perícia a qual se realizou semana passada e desta vez o pedido foi concedido. Gostaria de saber se ela receberá o benefício desde a entrada no 1º pedido ou só deste mês? cada vez q faço esta pergunta recebo uma resposta diferente, quais são os direitos dela?

Eron disse...

Eu vou tentar uma nova pericia em outra agencia minha preocupação e com os meses que estou sem receber minhas dividas estão se acumulando por conta desta situação.
Mais obrigado seu blog e perfeito para quem esta com duvidas e problemas referente INSS.

Regis M.S disse...

to com uma duvida é que minha carta de motorista vence dia 01/08/2012 é PPD a parti de 2 de agosto posso pedi a carta definitiva o problema é que fiquei sabendo que o inss pode pegar carta de motorista quem esta afastado agora estou com medo de pedi pra carta vim você pode me ajuda a respeito sobre isso obs: não tenho carro e nem uso minha carta só o problema se eu ano pedi a definitiva ele pode cancela e agora oque eu faço desde de já agradeço

odair disse...

TENHO DÚVIDAS EM RELAÇÃO A REQUERIMENTO DE AUXILIO DOENÇA E PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO..

REQUERI AUXILIO DOENÇA NA DATA DE 04/05/2012 PASSEI POR PERICIA DIA 15/06/2012 FOI INDEFERIDO

FIZ O PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO PASSEI EM PERICIA ONTEM 30/06/2012 NOVAMENTE FOI INDEFERIDO


O QUE POSSO FAZER TRABALHEI DE 02/01/2009 ATÉ DIA 04/04/2012 EM CARGO DE COMISSÃO EM PREFEITURA ONDE EU NÃO EXERCIA ESFORÇOS FISICOS ..

ESTOU DESEMPREGADO DESDE 04/04/2012 ESTOU NA QUALIDADE DE SEGURADO...

LEMBRANDO DE FIQUEI EM BENEFICIO POR QUASE DOIS ANOS ENTRE 2005 E 2007 PEDI BAIXA PARA VOLTAR A TRABALHAR , NA ÉPOCA EU TINHA UMA HERNIA DE DISCO LOMBAR
HOJE TENHO DUAS HERNIAS LOMBAR E DUAS CERVICAIS..

O QUE DEVO FAZER ENTRAR JUDICIALMENTE

Mr. Prev disse...

depende, se essa segunda foi pericia de PR(pedido de Reconsideração) ou de Recurso, sim, podera receber.
Se foi um novo pedido, ai sera a partir da data do novo pedido.

Ela tinha 30 dias a aprtir da comunicação apa entrar com recurso, agora ja passou o prazo, mesmo que ela entre agora e ganhe, como vai ser fora do prazo so recebe a partir do pedido do recurso, mas ai ela ja ta recebendo o novo.....

O direito dela é ir agora no banco receber ja que foi concedido..rsrsrs

Mr. Prev disse...

O medico perito pode entrar em contato com o Detran para solicitar a supensao da CNH, mas isso é com quem é motorista profissional(taxi, caminhao), e não quem nem tem carro....

Mr. Prev disse...

Voce tem a opção de recurso a Junta de Recurso... se mesmo assim nao for concedido, ou voce repete os passos tudo novamente(pericia, PR, Recurso), ou entra judicialmente.

Mas pelo que eu entedi sua demissão/exoneração foi por outros motivos e não a doença, e sem querer ti julgar(espero qeu voce nao fique bravo comigo), mas se voce estava trabalhando até dias antes de marcar a pericia, é pq apesar da doença voce nao estava incapacitado, entendo eu. Ou seja, talvez a pericia nao esteja assim tao errada em relação ao indeferimento ja que ela avalia o impacto da doença em sua capacidade laborativa, so o fato de estar doente não é motivo para concessão. Sejam como for, boa sorte! e que a proxima pericia realmente chegue a uma conclusao correta do seu quadro clinico...

lucineia deoliveiar disse...

ola eu queria saber como podi eu fique esperando 5 mes apericia e foi negada o pedido de auxilio doenca fora da firma numca recebi nem um mes tenho ernia de disco artrite e ainda terei um tumor do estomago como que fico agora nao nem um direito deses mes para tras elesnao tem direito de megar poque eu trabralho na frimesa como que fico ja estou depresiva

Mr. Prev disse...

Após pericia inicial voce tem a opção de pedir PR(Pedido de Reconsideração) e Recurso. É o que pode ser feito na Previdencia Social.

Caco Guagliardo disse...

Ola, como a empresa fica sabendo da decisão de uma perícia, pois me mudei para outra cidade e em nova perícia me concederam novamente o deferimento, mas me informaram para mandar por sedex a cópia do CRER para a empresa. A empresa não recebe um documento pelo próprio INSS? Tenho que fazer isso mesmo? Obrigado!

rené d. jr disse...

Olá, Parabéns pelo excelente blog. Estou ajudando um rapaz que tem paralisia cerebral desde o nascimento, embora seja capaz para algumas coisas, mas não para o trabalho e para o sustento. Filho único de mãe solteira, que faleceu em maio/12, ele teve indeferido a pensão por morte, pelo motivo "falta da qualidade de dependente - invalidez do requerente fixada após a causa de emancipação civil". Como posso saber os motivos que gerou tal conclusão ?

Mr. Prev disse...

Sim, voce deve encaminhar cópia da CRER para eles. No caso de auxilio-doença a empresa nao recebe a comunicação

Mr. Prev disse...

Tem que ter acesso a avaliação da pericia, ela deve ter fixado a data da incapacidde após emancipação. No estado de Minas Gerais, há um ACP que garante o beneficio até para quem ja emancipou, mas so vale para MG.

W.Roberto Macarenco disse...

Bom dia.
Trabalho na Caixa Econômica Federal a 21 anos. Nesse período em razão das minhas atividades adquiri LER/DORT nos membros superiores (punhos, cotovelos e ombros)estou afastado a quase 02 anos recebendo auxílio doença. Não tenho condição de trabalhar conforme atestado em diversos exames, laudos médicos e exame de pcmso realizado por médico do trabalho indicado pela própria CEF. Em uma perícia anterior, tive meu beneficio e recurso negado. O caso foi para uma tal de sexta junta do INSS que tb negou o benefício. Não tenho a mínima condição de trabalho, o que devo fazer?

grato

Ricardo disse...

Boa tarde

Sofri um acidente dentro de casa e quebrei tíbia e fíbia, fui socorrido pelo siate, a questão é que meu último trabalho com registro foi em 2010 e terei que ficar provavelmente de 4 a 6 meses sem poder trabalhar. Tenho direito ao auxilio pelo inss?

Caco Guagliardo disse...

Mr. Prev. Boa tarde
Conforme perguntado anteriormente fui enviar o CRER para a empresa e a mesma não tem mais sede aqui no RS e não consigo contato nem na matriz no Paraná. A minha pergunta é se a empresa falir ou não conseguir enviar o CRER para o outro estado o que faço pois a mesma esta incomunicável!!!!
Muito Obrigado!

Mr. Prev disse...

Entrar com novo pedido de auxilio-doença ou tentar judicialmente ja que para materia medica nao há recurso para a CAJ(Cosnelho)

Mr. Prev disse...

Se voce recebeu seguro-desemprego entao podera usufruir de ate 24 meses de periodo de graça, e caso tenha mais de 10 anos de contribuição sem perda da qualidade pode ficar ate 36 meses(seguro desemprego mais os 10 anos).

Entao em conte ai, qual a data correta da demissao e qual a data do acidente?

Mr. Prev disse...

AI voce me aperta!!!

COmo assim a empresa sumir? e se falir qual a preocupação, o problema de enviar a CRER é não correr o risco de ser demitido por abandono de emprego ja que nao justificou a ausensia, mss se faliu, nao vai ter demissao mesmo.

Caco Guagliardo disse...

Mr. Prev. Boa Noite
Sei que te aperto rsrsrsrsrs
Mas estou preocupado pois eu morava em Porto Alegre agora moro em Gramado onde minha empresa de vigilância tinha uma filial também em Porto Alegre e devido a muitos assaltos faliu ou fechou pois não consigo contato e o local esta para alugar.Tentei contato com a sede no Paraná mas os telefones foram cancelados então tbm não sei se faliu ou não, pois o meu beneficio já tem mais de um ano e não fui mais pessoalmente a empresa. A minha pergunta é se a empresa realmente faliu o que se faz??? Qual a atitude do INSS em relação ao meu beneficio, pode ser cancelado???

Mr. Prev disse...

Nao, seu beneficio nao sera cancelado, voce podera pedir Prorrogação ou Reconsideração, so recomendo entrar judicialmente para conseguir a baixa na CTPS pois caso precise de um novo beneficio, começar do zero(nao PP nem PR), o INSS vai pedir a declaracao da empresa informando seu ultimo dia de trabalho, ja que voce ainda é empregado, mas voce nao vai conseguir.

SN Artes disse...

Olá, por favor me oriente se estou certa: faço tratamento p/ hepatite C, estou na última semana do tratamento, mas os efeitos ainda são grandes. Trabalho como autonoma artesanato com madeira. Consegui o auxílio doença por 60 dias, recebi a 1ª parcela mes passado e ontem quando na Ag. da Caixa p/ receber, pois não veio o cartão p/ receber no cx eletronico, me disseram que no dia anterior já havia sido pago. Eu sou do interior de SP e quem recebeu meu benefício foi alguém em Curitiba/PR. Como pode? Na Caixa abriram um processo p/ verificação, e falaram p/ aguardar. No INSS me falaram p/ mandar uma reclamação pelo site da Previdência e tbm da Caixa (na Ouvidoria) fiz isso e tbm um Boletim de Ocorrência numa delegacia, pois alguém está usando meu CPF. Dia 13 tenho nova perícia, espero que prorroguem, pois ainda não me sinto em condições p/ trabalhar. Mas espero receber...e não outra pessoa no meu lugar...obrigada!

Mr. Prev disse...

Lamentavel oq eu aconteceu, mas pelo que voce me passou vai ter que resolver com a CEF, o INSS apenas emitiu o pagamento, quem pagou errado foi o banco. Caso voce tenha conta bancaria, altere para receber na sua conta.

Mas isso esta me parecendo mais um erro do caixa do banco, mesmo com seu CPF clonado como alguem saberia que voce tem um beneficio para receber? Deve ser caso de homonimos, o funcionario talves nem tenha percebido no numero do documento. Sei lá! só uma suposição

feranegra2 disse...

BOA NOITE MR.PREV SOFRI UM ACIDENTE EM QUE SOFRI UMA AMPUTACAO TRAUMATICA ROMPIMENTO DO NERVO FLEXOR MAIS LESAO NERVO ULNAR PERDENDO
A FORCA DA MAO ESQUERDA E MOVIMENTO DOS DEDOS ME CONCEDERAO AUXILIO
DOENCA ACIDENTARIO POR 4 MESES E NAO MARCARAM RETORNO VOU TER DE MARCAR NOVA PERICIA E AO TERMINAR O AUXILIO ACIDENTE ELES DARAM AUTOMATICAMENTE OU TEREI DE ENTRA COM RECURSO JUDICIAL ATC VILMAR

Mr. Prev disse...

Nos ultimos 15 dias de beneficio voce pode pedir prorrogação, caso nao seja possivel o retorno ao trabalho.

Auxilio acidente, qundo concedido é no fim do auxilio-doença, nao recebe os dois jutnos, caso nao seja concedido cabe recurso.

UPC disse...

Ola amigo. Boa noite!

É o seguinte... Meu pai foi na perícia hoje (13/08/2012), porém quando fui visualizar o site do "dataprev" estava com o nome do meu pai e em baixo estava "Cessado". Eu não entendi, isso aconteceu pq ele fez a perícia em menos de 1 dia ou ja é o resultado definitivo do médico períto?
Ele esta afastado á 8 anos, por problema de bicho de porco, e exerce a função de motorista de ônibus, os médicos já que fornece os atestados, ja informou que ele não tem mais capacidade de exerce a função, mas no site do INSS de consulta, esta "CESSADO"... O que devo fazer, esperar alguns dias?

Unknown disse...

Boa noite!eu gostaria de saber se é possivel imprimir a carta de resposta da pericia pelo site??já que é a 3 vez que mandam e não chega..
minha mãe esta em outro estado..e possivel pedir de lá,ou tem que ser aonde estar o benificio..??
obrigado

Mãe Àfrica onde Tudo Começa disse...

Olá Mr. Prev, em primeiro lugar quero parabenizar o blog e desde já agradecer pelas muitas dúvidas solucionadas.
A minha pergunta é a seguinte: Meu irmão está no auxilio doença há 3 anos e meio nunca tomou alta em nenhuma pericia, sou curador dele na ultima pericia que ele fez o medico deu 02 anos com os artigos 43 71 e 78 com DCB para 20 de outubro de 2012, estive na agencia do inss e o atendente me informou que havia sugestão de aposentadoria mas que estava esperando a decisão do perito chefe será que vão aposenta-lo qual a possibilidade de aposentadoria? ele corre risco de alta?

Edicléa Marcelino disse...

Olá mr prev. Tenho depressão e recebo benefício desde maio deste ano,1 vez negado o benefício. Tomo varios tipos de remédios e as pericias são marcadas a cada 2 meses. Minhas perguntas,quais as chances do perito espaçar mais emtre uma perícia e outra,e portquanto tempo poderei permanecer no benefício sendo quê sou cobradora de onibus,e acarreta bastante responsabilidade com os passageiros. Desde ja agradço... Edicléa

Lucinha disse...

Sr "Mr Prev", sugiro que vc faça umas aulinhas de português. Ademais, seus conselhos e dicas são ótimos e altamente válidos, porém sua escrita como: Ti sugiro, deixam a desejar....

Mr. Prev disse...

Se ele é empregado deveria ter recebido a carta de comunicação na hora. Se nao for entao eles realmente nao dao a carta. O que pode ter acontecido é ou o beneficio estava cessado e a atualziação prorrogando nao caiu no sistema ainda, ou foi cessado mesmo, sugiro esperar amanha(15/08/2012), Ate hoje(dia 14/08) estavam rodando a folha de pagamento dos beneficios e com isso muitas atualziaçãoes nao acontecem no sistema.

Mr. Prev disse...

Pedido de prorrogação e reconsideracao é onde esta mantido o bneeficio. Ela pode solicitar a pericia pela Internet ou 135 e depois a remarcação em outra APS, se ele fizer isso o beneficio continua mantido no lugar de origiem mas com pericia marcada para outro lugar. As vezes esse procedimento da problema, pois a marcação pode estar ficar com alguma critica(pendencia) e ao remarcar nao sera possivel solucionar ja que estara mantido em outra APS.

Pelo site da previdencia é possivel consutlar o resultado e tambem pelo 135

Mr. Prev disse...

dificl responder a essas suas perguntas pois nao conheço o caso. Mas a possibilidade de aposentar sao grandes já que ele esta de beneficio ha muito tempo, sinal que realmente a situação é bem grave.

Mas realmente nao tem como eu ti responder.

Mr. Prev disse...

Dificil responder, nao conehço seu caso nem sou médico perito.
Em relação ao tempo, ha peritos que dao a desculpa que o segurado esta ha muito tempo de beneficio por isso ele negou, mas nao tem nada na legislação a respeito. de dois em dois meses voce pode ter dezenas de prorrogações, mas uma unica pericia pode dar no maximo 2 anos de tempo.

Mr. Prev disse...

"Ti sugiro" não dar atenção para esses erros já que o blog é sobre Previdência e não gramática e ortografia.

Edicléa Marcelino disse...

mr.prev agradeço pela atenção e parabéns pelo seu blog é muito bom pois a gente tem inumeras duvidas ao que diz respeito inss...boa noite

torq disse...

Ola Mr.Previ!!!Parabéns pelo site, depois de muita busca, sem dúvida esse é o que me passa muita credibilidade!!!

Seguinte - Estou afastada por colite e outro diagnóticos que está sendo avaliado.A ssim que sai do hospital, marquei minha perícia inicial dia 23 de julho e a mesma será realizado no dia 27 de agosto (34 dias).

1- tenho que levar apenas um relatorio medico ou um atestado de todos esses dias que estou aguardando pericia.

2- Vi que existe uma determinacao judicial que o segurado deve receber o auxilio a partir do 30 dia, mesmo que esteja aguardando pericia, isso confere.Ja tenho numero do beneficio, quando sera que vou receber?

3- com a possível greve, serei prejudicada e não vou receber até a data da pericia? e pelo que eu li, todas serao reagendadas, ou seja, a minha vai ser so em 2013? rssss.Meu Deus, vou ficar sem $$$ ate la.

4- a doenca eh analisada com o tipo de trabalho? no meu caso trabalho na rua.

obrigada desde ja, tudo de bom!!!

Caco Guagliardo disse...

Mr. Prev ótimo blog e "ti sugiro" relevar estas observações pois parece que a dita cuja em questão deve ter entre 30 e 50 anos mora sozinha, não deve ter ninguém e provavelmente é uma mal amada.... pois pra aguentar uma insuportável assim deve ser uma coitada sozinha no mundo, pois ninguém deve aguentar!!!!!!!!!!!! rsrsrsrs Algumas pessoas se acham tão superiores, então porque pede ajuda a um blog se é tão sábia professora??? Me desculpe Mr. Prev mas não pude ficar quieto, boa noite

Mr. Prev disse...

Olá!!!!

Entao vamos as respostas....
1 - O relatorio é fundamental, se for possivel um atestado dizendo sobre seu estado de saude com data proxima a pericia é interessante. Mas nao rpecisa ser de todos os dias. Um relario medico bem elaborado pelo medico já é suficiente, mas é claro que quanto mais atestado mais claro fica para o perito sua situação no momento, até mesmo para um futuro recurso à Junta caso a pericia seja negada.

2 - No fim do ano passado a defensoria publica do RS ficou de entrar com uma ACP pedidndo a antencipação da tutela, mas até onde sei não saiu nada até o momento, pelo menos as agencias dos INSS nao foram comunicadas, ou seja, até agora nada de pagamento garantido. E pelo que conehço do texto da ACP seria apenas para o estado do RS, pelo menos esse era o testo inicial. O que temos hoje é o pagamento garantido até a data da pericia de prorrogação(PP) para quem ja esta recebendo.

3 - Se houver greve no dia da sua pericia voce sera prejudicada, mas essas paralizações de 24h so prejudicam quem tinha pericia no dia. Mas fique tranquila, ate o momento nao ha nenhum movimento grevista, foi so uma paralização de 24 horas na quarta-feira em Sao Paulo para chamar a atenção. Agencias de outros estados praticamente nao participaram.

4 - Sim, o perito analisa o impacto da doença em sua capacidade laborativa(de acordo com sua função).

biane marins disse...

olá Mr. prev.... fico boba em ver que ainda tem pessoas que se importam com detalhes tão bobos, nossa vc nos ajuda muito, na época que eu estava cheia de dúvidas foi no seu blog que eu encontrei apoio e tirei minhas duvidas,e por q botou seu nome entre aspas... "ti sugiro" não ligar nunca pra isso.....parabéns mais uma vez e desculpe por ter dado minha opinião, assim como o CACO eu não pude ficar quieta....será se ela vai ver meus erros de português????rsrsrsrsrsrs boa tarde!!!

Mr. Prev disse...

Bom saber que o Blog está ajudando mesmo matando o Português, isso me anima a continuar...
Obrigado pelos comentarios Caco e Biane

Mariza disse...

Boa Noite Mr.Prev! Gostei do seu blog e aproveito para pedir ajuda. Se for possível, me esclareça: em 05/98 me foi concedido Auxílio-doença (31) e em 05/2004 a aposentadoria por invalidez (32)(problemas cardíacos e de coluna, irreversíveis). De acordo com as recentes notícias, quero saber se terei direito a revisão do período que estive em auxílio-doença e da aposentaria concedida à partir de 05/2004 até hoje. Não sou funcionária pública e moro no Rio de Janeiro. Agradeço muito sua atenção! Abraços. Mariza

Mr. Prev disse...

Apesar de sua aposentadoria ser de 2004(esta dentro do periodo da revisao), o calculo do valor dela foi o da dta do auxilio-doença, ou seja, 05/1998.
Nessa data o calculo de valores de beneficios do INSS eram diferentes.
So estao contemplados os beneficios calculados a partir da nova regra aplicada em 11/1999 que deveria usar 80% dos maiores salarios mas no caso do auxilio-doença acabou usando 100%
Se sua aposentadoria foi uma tranformação desse auxilio-doença de 1998 nao tera direito. Mas se por acaso antes da tranformação houve uma cessação/corte de se beneficio de 1998, mas logo em seguida voce fez nova pericia e ganhou um novo beneficio(outro numero), ai sim tem direito.

Eu falo isso pois tem muita gente que fala: "Estou de auxilio-doença ha 5 anos", mas nao é so um beneficio, an verdade houveram varios que foram sendo cessado e iniciados com o tempo, sendo assim o calculo é feito novamente, sempre que inicia um novo.

Cecí disse...

Olá, hoje realizei uma perícia e não senti confiança no médico. A atenção dada foi minima, como se meus problemas fossem mentira. Ele me mandou buscar o resultado amanhã pela manhã. Sei que estou sofrendo por antecipação, mas quero saber se caso seja negado o meu afastamento, eu posso recorrer ou remarcar sem que eu seja prejudicada no trabalho?

Mr. Prev disse...

Se foi a primeira pericia entao voce pode fazer pedido de reconsideração(PR), caso nao tenha mais direito a PR cabe recurso ou marcar uma nova pericia inicial(começar de novo).
o PR é feito por um perito diferente da ultima pericia(se nao nao faz sentido)

Unknown disse...

Boa tarde,
meu marido fez uma perícia na terça-feira, 22/10, na qual foi concedido o afastamento por 90 dias. Porém, devido a demora em conseguir o agendamento da perícia ele já está a mais de 20 meses sem receber. Já ligou no 135 e disseram que ainda não há nenhum pagamento previsto para o benefício dele. Ele receberá no próximo mês? Precisa solicitar o pagamento na agência?

Iza :) disse...

Olá...
Fiz uma cirurgia para colocar dois parafusos na perna no dia 25 de junho. No dia 27 liguei para o INSS e eles marcaram a perícia para o dia 17 de setembro (um absurdo, hã?). Estou andando normalmente agora, depois de dois meses, apesar de precisar fazer fisioterapia. Como será concedido o benefício? Será até o dia 17 de setembro? O médico pode me considerar apta ao trabalho hoje, mas não levar em consideração que eu fiquei mais de dois meses impossibilitada de trabalhar e simplesmente indeferir?

Crisitiane bazzan disse...

Olá
Eu gostaria de um auxilio para que me esclarecesse uma duvida.
Minha pericia foi marcada para o dia 23/11/12 (daqui 3 meses)
O que eu devo fazer até lá? Preciso ir no medico pedir um laudo me afastando esse tempo todo (3 meses) ou automaticamente espero até o dia da pericia para que o perito de a resposta?
Esses dias em que eu ficar parada não volta ao o trabalho né?
Se a pericia der negada perco esses meses em que eu aguardei ou o inss me paga mesmo assim? como funciona o pagamento nesse caso?
Espero que me ajude pois estou de mãos atadas...
Muito obrigada e aguardo ANSIOSAMENTE sua resposta....

Mr. Prev disse...

O pagamento é automatico, por mes o INSS roda a folha de pagamento duas vezes, em uns 15/20 dias após a pericia voce devera receber uma carta em casa, se nao receber a carta devera ir a uma agencia para saber em qual banco vai cair e qual a data.

Mr. Prev disse...

Indeferir ele pode mas acho improvavel ja que voce fez uma cirurgia, se o medico tiver um minimo de bom senso devera conceder pelo menos ate o dia da pericia, mas nada impede dele conceder ate 30/08/20012(exemplo)

Voce vai elvar para pericia os documentos de sua internação/cirurgia e nao aepnas um relatorio recente com dta em Setembro, assim ele vai saber que voce esta boa hoje mas antes nao.

Mr. Prev disse...

3 meses? a coisa ta feia ai na agencia mesmo.
Mas vamos la!
Se o medico idnefeir voce vai ficar sem receber esses 3 meses do INSS(e da emrpesa tambem).

Caso voce esteja apto a voltar e a emrpesa aceite sem fazer pericia nao há impedimento por conta do INSS, apenas avise isso ao perito pois ele pode cocneder o beneficio alem da data que voce retornou e volce vai ter problemas(devolução doq eu receber a mais).

O meidco perito pdoera concerder apenas algumas semanas ou dois meses, por exemplo, ou seja pericia em 23/11 e ele concede so ate 30/10.
Mas conehco casos que a emrpesa so deixa voltar depois da pericia, ai complica.

Leve para pericia todos seus atestados/relarios medicos, como vai demroar 3 meses, se voce ainda estiver ruim é bom pegar um atestado atualizado(com data em Novembro)

O INSS so pga ate a data da pericia quando a pessoa ja esta recebendo e a pericia de prorrogação(PP), cai para depois da cessação. Primeira epricia nao tem garantia de recebimento

Jardinagem e Paisagismo disse...

Boa tarde.
Gostaria de saber a respeito de auxílio doença/aposentadoria por doença.Há 24 anos faço tratamento de transtorno afetivo bipolar. Estou desempregada desde 30/06/2011 e recebendo auxílio doença desde 17/08/2011. Hoje fiz nova perícia, continuo em tratamento psiquiátrico, psicológico, tomando vários remédios, encaminhada para o neurologista avaliar sintomas de déficit de memória, cefaléia, tonturas, quedas da própria altura. O déficit de mémória, dificuldade de concentração pode ser devido ao longo tempo tomando benzodiazepínicos. Além disso estou com síndrome do túnel do Carpo e epicondelite (segunda vez) e já fui operada no braço direito por acidente,afetando os tendões. Fiz e continuo fazendo fisioterapia. Além disso tenho cervicalgia, escoliose, artrose, lombargia e sequela de hérnia de disco na coluna. Estou preocupada por não ver perspectiva de voltar ao trabalho, uma vez que os últimos empregos fui demitida. Pra completar, uma gastrite, espero resultado da biópsia se é devido à bactéria ou nervoso ou remédios. A situação de passar por perícias, demorar 4 meses e ficar sem receber agrava meu estado. Como fazer para prolongar esse prazo?Se esperar cessar o benefício e entrar judicialmente com pedido e antecipação da tutela é possível? Não tenho outra renda, nem marido, nem como trabalhar realmente, preciso pagar aluguel e todas demais despesas de uma casa.Isso agrava minha recuperação.

mcelo disse...

bom dia mr prev .
esta é a minha primeira postagem tenho uma duvida eu sofri um infarto agudo do miocardio ha 4 anos tive parada cardiaca fui reanimado recebi dois stents uma extensa area do coração ficou comprometida o inss me deu um prazo para recuperação de 1 mes apos ai eu retornei ao trabalho, passado 5 meses tive nova complicação fui acometido de nova cirurgia para balonar o stent, apos isso o meu cardiologista decidiu me afastar definitivamentedas minhas atividades laborativas pois a mesma exige muito esforço fisico ja estou afastado ha 4 anos e 6 meses tenho direito a uma aposentadoria por invalidez?
obrigado pela atençao e aguardo sua resposta.mcelo

Mr. Prev disse...

Hoje devido a uma ACP o beneficio é pago até a data marcada para prorrogação ou seja , se ela cair apra daqui 4 meses voce recebera o pagamento por eses 4 meses mesmo que a pericia negue. Voce vai entrar judicialmente alegando o que? o INSS esta concedendo, corre o risco do juiz suspender o processo e dar um prazo para fazer uma pericia no INSS, em casos de aposentadoria muitos fazem isso,q uando a pessoa entra direito an justiça ele suspende e manda ir no INSS.

Eu nao recomendaria isso, e em relação ao medico perito dar mais tempo entre uma pericia e outra realmente nao tem como eu orientar ja que não sou médico perito.

Caso o INSS indefira seu pedido ai sim, entre na Justiça!

Mr. Prev disse...

Dificil responder pois nao sou médico perito. Se sua situação for de incapacidade laborativa tem direito sim, mas o perito tem que fazer sugestao de apsoentadoria durante a pericia que sera analisada pelo superior dele.

Apenas pelo fato de estar ha 4 anos de bneficio nao da direito, principalmente se esses 4 anos foram picados de meses em meses. Tem situações em qeu o medico perito da 2 anos de uma so vez e no final desses 2 anos decide pela cessação ou aposentadoria.

Sem querer ti desanimar conehço casos em que o segurado ja fez umas 20 pericias de prorrogação(PP), sempre ganhando e nada de aposentadoria. É uma situação complciada ja que temq eu ficar se dirigindo ao INSS de tempo em tempo apra pericia, tem aquela expectativa toda se vai ser prorrogado ou nao, recebe apenas 91% da media, ams o seu caso so se resolve com o medico perito

Unknown disse...

Antes gostaria de agradecer a oportunidade de tirar minhas dúvidas.Prezado Mr. Prev,Sou trabalhador da construção civil a 25 anos estou em benefício auxilio doença desde 23/12/2008 e nunca recebi alta na perícia médica,fui operado duas vezes de hérnia de disco em 1992 e 2001 e possuo fibrose pós operatória e atualmente estou com mais duas hérnias novas na região lombar e também com 2 hérnias cervicais sendo que perigosas tocando medula,e já possuo sequela definitiva no membro inferior direito constatada por eletroneuromiografia. com os cids 50.1, 51.1, 96.1, já recebi por duas vezes artigos 43 71 e 78 que fiquei sabendo que se trata de suposta aposentadoria por invalidez, sendo que os últimos laudos de dois médicos(neurologistas) que levei para a perícia sugerem a minha aposentadoria,fui a última perícia em 23 de fevereiro de 2012.Recebi o resultado sem prazo de cessação do beneficio, mas o médico perito que realizou o exame me informou que estaria me dando um prazo de 2 anos e que supostamente no meu retorno eu receberia aposentadoria, porém o meu benefício continua constando como auxilio doença, fui a previdência e me informaram que a data de cessação seria 23/02/2014.Minha dúvida seria: Pode sair aposentadoria por invalidez anterior a esta data?vou precisar novamente marcar nova perícia nos últimos 15 dias anterior a data de cessação? Ou será automaticamente convertido para B32? Muito grato por sua atenção.DEUS o abençoe.

Mr. Prev disse...

Vamos lá!
Se o medico deu 2 anos isso significa que voce tera que fazer pericia para comprovação da incapacidade e geralmente so depois dessa pericia é que o medico perito decide se faz sugestao de aposentadoria ou cessa o beneficio.

Muito provavelmente o medico perito nao fez nenhuma sugestao pois senao ja teriam informado a voce quando foi pergutnar sobre a cessação.

Resumindo, ficara ate 02/2014 de auxilio-doença e só entao podera haver alguma sugestao.

Eu digo sugestao pois o medico perito das agencias nao apsoentam direito, eles fazem a sugestao e os superiores deles homologam ou nao.

Quando os medicos fazem a sugestao nao aparece essa data de 2 anos que no seu caso é 23/02/2014.

Fabiana disse...

Bom dia.
Parabenizo pelo site. Acredito que tem ajudado muita gente, pois, a mim já ajudou bastante.
Eu faço tratamento de síndrome do Pânico e depressão, desde, maio de 2011. Sendo que na minha última perícia(foi em junho de 2012) foi indeferido meu benefício mesmo eu ainda não estando boa. A perita(especialidade ginecologista e obstetra) falou que a previdência só paga um ano e que eu já estou boa e que deveria voltar a trabalhar(sou assistente de biblioteca-balcão/atendimento). E falei que não conseguia nem sair direito de casa, pois, ainda sinto tontura, suor excessivo, calafrio, as pernas ficam dormentes ao pensar em sair, ânsia de vômito, dor de cabeça diariamente, insônia(e as vezes qdo durmo tenho pesadelos), taquicardia... em um exame de mapeamento cerebral deu ansiedade). Fiquei boba com o modo como fui tratada, pois falou ainda que a previdência pode me encaminhar para reabilitação, assim arrumo outra profissão. Sendo assim não consegui debater... fiquei nervosa. Não teve jeito fui indeferida.
Daí, pedi recurso e mercaram para 1º de agosto chegando lá esperei por duas hs(junto com minha mãe)e depois a funcionária totalmente indelicada me chamou e falou que teria que remarcar com ajunta médica para o dia 09 de janeiro de 2013, que somente foram atendidos os que estavam em juízo, pois estão sem médico(esta foi a desculpa). Assim estou e vou ficar sem receber todos esses meses. eles não pensam né? Como continuarei com meu tratamento sem $$$? O que devo fazer? colocar na justiça? Pois, tenho laudos(F.32.2 + F41.0 - CID10) de meu médico psiquiatra pedindo afastamento para tratamento e atestados de minha empresa também me atestando que não estou apta a trabalhar. Pode me dar uma luz? Por favor?

Sam disse...

Boa tarde! no meu caso estou afastado deis de Abril de 2012, tenho que fazer uma cirurgia no ligamento do joelho esquerdo trabalho como segurança uma profissão que fica em pé e precisa de agilidade caso precisar agir, pois bem recebi a primeira pericia onde foi constatada incapacitação no trabalho, o que acontece é que meu convênio médico aprovou a cirurgia só em julho 2012 e a secretaria do médico mandou eu ligar só dia 15 de setembro de 2012 pra saber si vai ter vaga ainda, pois o médico faz uma vez só do mês esse tipo de cirurgia, passei uma outra agora no mês de agosto o perito não aprovou fui no médico do trabalho e não autorizou a voltar trabalhar, tenho uma pericia marcada para outubro.

Agora vem minha duvida, se eu passar nessa pericia de outubro eu recebo as que eu não passei? fico no aguardo ATT samuel

Mr. Prev disse...

Vamos lá!

Voce nao precisa ficar esperando a resposta do recurso, voce pode dar entrada em um novo pedido de auxilio-dença em qualquer agencia do INSS e o recurso continuara "rolando".
O INSS tem 30 dias para apresentar contrarrazões e enviar o processo para a Junta, e lá pode demorar, ja vi casos de seis meses e até mais, por isso volto a dizer, não fique esperando, de entrada em novo pedido ou tem a opção judicial tambem, recomedaria ate entrar com novo pedido primeiro, de preferencia em um agencia que nao esteja demorando tanto, se todas estiver demorando entao vao para Justiça e peça antecipação da tutela!
Mas a falta de servidores no INSS é verdadeiro, e isso nao é culpa deles e sim do governo que nao nomeia servidores, o que nao justifica a falta de educação de alguns.

Mr. Prev disse...

Se essa pericia for de reconsideração e for cocnedido receberá os atrasados. Se for no beneficio ha chance de ser restabelecido o anterior, mas ai ja nao é mais garantido, depende de alguns fatores como dar entrada no novo beneficio em ate 60 dias, o medico colcoar a mesma data de incapacidade de mesmo CID

anomimo disse...

minha filha e portadora de um cancer esclerosante e raro da tireoide,entre com pedido do loas em março,minha filha fez a pericia em março,diz o medico que a mesma passou,mais a assistente social não deu direito ao mesmo,considerando por ela não esta inválida,entrei com recurso,ela já fez duas pericias e até agora nada de resposta,a medica me disse que o loas e só para os miséraveis,pessoa que vive em extrema pobreza,ligo no 135 ninguém sabe dizer nada,já fiz 2 manisfestção e até agora nada,me der ao menos uma orientação.Grata

Coisas de Rio Pardo disse...

Entrei em aux.doença em fev 2006 por cardiopatia grave.Fiz algumas pericias que sempre foram deferidas.Fiquei no auxilio ate 05/05/2009 sendo que nessa pericia sugeriram a aposentadoria(32)Sera que tenho direito a revisão por incapacidade que o Inss esta fazendo?Tirei uma copia da carta de concessão e vi que foram utilizados 118 salarios de contribuiçaono calculo.

Mr. Prev disse...

Para ter direito ao Loas a renda familair tem qeu ser de no maximo 1/4 do salario minimo per capta. Pelo que entedi voce perdeu pq sua renda deve ser maior. O recurso pode ser acompnhado pelo site da previdencia, nele é possivel verificar o andamento, quando a Junta vai analisar e qual a resposta. Para verificar pelo site é encessario ter o numero do beneficioou o numero de protocolo do recurso.

Recurso enviado a Junta costuma demroar varios meses para ser analisados.

Mr. Prev disse...

SIm, se foi concedido acima de um salario voce terá direito.

Renan jeronio disse...

meu nome e walter tenho 51 anos trabalho na souza cruz estou a 5 anos no auxilio doença fis tres cirurgia na coluna fis pericia dia 1 de junho o perito min deu um papel com artigo43 71 e 78 foi no inss a mulher falou que foi encaminhado aposentadoria falta omologa oque siguinifica

antonio calegari disse...

Em aux. doença desde 02/2008, nesta ultima pericia em 07/2012 o perito desta vez mudou para art. 43 71 e 78 e falou para aguardar que chegaria um comunicado em casa (até hoje nada), pois a dez dias liguei no 135 fui informado que meu benef. não tem data para cessar.

A pergunta é pode ser apos. invalidez?
Grato e parabens pelo trabalho !

Mr. Prev disse...

O medico perito apenas faz sugestao de aposentadoria, quando isso acontece tem que ser homologado pelo setor resposavel pela parte médica que fica na gerencia executiva. Eles tem ate seis meses para homologar ou colocar uma data de cessacao caso não concordem

Mr. Prev disse...

Sim, é sugestao de aposentadoria.
O medico perito apenas faz sugestao de aposentadoria, quando isso acontece tem que ser homologado pelo setor resposavel pela parte médica que fica na gerencia executiva. Eles tem ate seis meses para homologar ou colocar uma data de cessacao caso não concordem

neuza barbosa disse...

Bom dia! Estou no auxilio doença desde março de 2007 e neste periodo passei por 4 cirurgias duas com laudo de sarcoma de alto grau q no final o laudo do inca constou q era um cisto raro e depois veio a artrodese na coluna cervical em que foi colocado 5 parafusos e uma placa a 3 anos atrás e no ano passado no dia 12 de novembro fui submetida a mais uma artrodese na coluna lombar e no dia 10 de agosto levei uma queda e bati com a parte lombar toda no chão desde então venho sentindo muitas dores e sendo submetida a medicamentos muito forte como: amytril 25 mg,tylex 500mg de paracetamol e 30 mg de codeina,gabapentina de 300 mg,diazepan de 10 mg e codeina de 30 mg.
O meu médico fez um laudo para o inss contatando que estou em tratamento e incapacitada por tempo indeterminado e colocou os seguintes cid M 542,M545,M500,M54,M511 MULTIPLO E M532 MULTIPLO.
E ontem dia 03/08/2012 fui fazer uma nova pericia e a perita me deu alta,eu sou metalurgica operadora de produção e não tenho condições nenhuma de voltar ao trabalho e ontem mesmo entrei com um recurso junto ao inss. Se meu recurso for negado eu posso entrar com um pedido de aposentadoria por invalidez? Me de uma ajuda para que eu possa agilizar isso e não fique sem receber o meu beneficio pois meus remédios são todos muito caro. Desde já agradeço Meu nome é MARINEUZA DE S.B.

neuza barbosa disse...

AO TODO FORAM 6 HÉRNIAS 3 HÉRNIAS CERVICAL E 3 HÉRNIAS LOMBAR.

tonolli disse...

fiz a pericia de uma hérnia ingnal já operada hoje dia 04/08/2012 quanto tempo levo pra receber o beneficio

rosalizvd@gmail.com disse...

Prezado Mr. Prev,

Me chamo Rosali, tenho cardiomiopatia Hipertrófica obstrutiva, tipo familiar,(mutação genética), porém, descobri somente em fevereiro deste ano. A mais de 02 anos não venho me sentindo bem, mais não tinha noção que pudesse ser o coração, pois, tenho apenas 37 anos.
Fui demitida da última empresa privada em que trabalhei por baixa produtividade, pois, tinha tonturas e sentia dores no centro do peito que achava ser gastrite que tenho a longo período.
Fiz tratamento para o estômago durante 01 mês, e continuava a não me sentir bem.A médica passou uma série de exames para descobrir o que de fato estava ocorrendo, pois, não poderia ser o estômago visto que já tínhamos tratado e novos sintomas como desmaio apareceram.
Pois bem, descobri em fevereiro/2012, esse problema.
Um advogado da família disse que eu teria direito ao auxílio doença pelo inss apesar de estar desempregada a 1 ano e 7 meses, pois, fui posta para fora e recebi seguro desemprego, disse que estou em período de graça.
Vi alguns comentários que quando se está desempregado não é fácil passar pela perícia, mesmo você tendo todas as provas de que está doente, também vi que se a doença é pré-existente, fica difícil também.
Então para que serve este auxílio doença?
Se na época que eu estava trabalhando soubesse da doença, logicamente teria entrado com o pedido, já nasci com a doença, porém, só descobri agora que passei para o estágio moderado da doença.
Trabalhava como governanta de hotel, (operacional), não tenho experiência em outra coisa, não tenho com exercer mais esta função.
Durante este período que estou fora do mercado de trabalho recebo auxilio financeiro da família que sabe o que tenho passado, porém, já dei entrada no auxílio pelo inss e estou com perícia marcada para o dia 08/10/2012, Que Deus me ajude!!!

Obrigada,
Rosali, Aracaju/SE

Liviane Tavares disse...

Boa tarde Mr. Prev, ótimo blog parabéns!! Estou afastada do trabalho desde janeiro 2011 com cid 31,5 e internação. Passei por uma pericia este mês e foi me dado até dezembro, na ocasião da perícia tive uma forte crise onde o perito teve que chamar meu acompanhante. Estou com uma internação prevista, minha dúvida é o INSS pode me dar alta na próxima perícia sendo que o psiquiatra e a médica do trabalho constatam que não tenho condições de trabalhar? Obrigada!

Mr. Prev disse...

Nao se entra com pedido de aposentadoria por invalidez no INSS, essa aposentadoria parte de um auxilio-doença, ou seja, voce pede ao auxilio e o perito pode sugerir a tranformação para aposentadoria por invalidez.

O que voce pode faz é pedir judicialmente caso o recurso nao conceda, vale lembrar que caso o seu pedido de recurso seja encaminhado para Junta de Recurso, eles costumam demorar para analisar entao sugiro entrar com novo pedido de auxilio-doença.

O recurso continuara sendo analisado, mesmo que voce ja esteja recebendo um novo auxilio-doença.

Mr. Prev disse...

Em 15/20 dias voce receberá uma carta informando o resultado e caso tenha sido concedido ira informar o local da pagamento. O primeiro pagamento deevera ser no inicio de Outubro.

Mr. Prev disse...

Vamos la!
Se voce recebeu seguro desemprego entao voce tem pelo menos 2 anos de periodo de graça, nesses periodo voce é segurada da previdencia.

Em realçaão ao auxilio-doença ele é concedido quando a doença impossibilita a pessoa de trabalhar, ou seja, ela está relacionado a atividade da pessoa.

Exemplo: Problema de coluna, onde a pessoa nao cosnegue levantar peso ou ficar muito tempo em pé.

Se a pessoa é pedreiro, o problema pode causa a impossibilidade da pessoa trabalhar, mas se ela for atentende de telemarketing dificilmente vai atrapalhar, entao nesse caso o pedreiro teria direito ao auxilio-doença e o operador de telemarketing nao.

Desempregado muitas vezes fica mais dificil justamente por "nao fazer nada". Principalmente se for analisado por um medico perito mais exigente, ele vai conceder beneficio para desempregado apenas aqueles que necessitam repouso absoluto ou acidente tipo quebrou a perna ou o braço que torna a pessoa impossibilitada para qualquer atividade.

Mas o fato de ser desempregada nao significa que nao tem direito. Conehço muitos desemrpegados que recebem o beneficio.

Mr. Prev disse...

Sim pode! Mas se voce levar novos laudos comprovando aindar estar incapacitada, entao eles nao devem fazer isso.

Resumindo: Voce devera apresentar laudos que cormpovaem que voe ainda está incapacitada(lá em Dezembro ou Janeiro).

lucia nascimento disse...

Mr.Prev olá!Por favor preciso de sua orientação:Estou aguardando a primeira pericia para o dia 18 deste mes,aguardo há 50 dias.Caso eu consiga me afastar pelo INSS,quanto tempo demorará para que eu possa receber o benefício?Caso eu não me afaste como procede o pagamento destes dias?Desde já agradeço!

Mr. Prev disse...

Apos uns 15 dias contado da pericia voce deverá receber uma carta informando o dia de pagamento(provavelmente final de Outubro)

Se voce for Contribuinte Individual ou facultatva basta tirar uma guia no site da previdencia dos meses em atraso(caso o beneficio nao seja concdido)

Lidiane Reinert Indalencio disse...

Boa noite! em abril meu pai marcou sua pericia porem, esta foi realizada somente em 21 de agosto.O laudo medico sugeriu afasta-lo definitivamente. ( cancer de figado )consultando agora o site do inss para averiguar o parecer constatei o seguinte - situação* cessado. o que isso significa >

Mr. Prev disse...

Significa que foi concedido um tempo para ele, mas esse tempo ja acabou.
Pode ser que o medico perito tenha dado alta para ele no dia da pericia, ou seja, fez a pecia em 20/08/2012 entao o medico coloca essa data como alta, ou pode ser antes tambem. Resumindo: Ganhou o beneficio mas ja acabou, agora voce pode pedir PP(prorrogaçao),PR(reconsideração) ou entrar com recurso,depende da data de cessação

Fabiana disse...

Obrigada pela ajuda.

Ragaroto disse...

Ola Parabens pelo blog primeiramente.
Gostaria de saber, eu cai de moto e quebrei a perna, e a 1 semana meu benefico do INSS acabou. Para mim voltar ao serviço (mesmo me sentindo apto) tenho que fazer nova perícia? Ou existe de fato a Alta-Programada, onde voltarei ao serviço normalmente

Mr. Prev disse...

Após cessação voce pode voltar normalmente.
Existe uma pericia chmada "alta a pedido" que é utilziada quando o segurado quer voltar antes da cessação, entao ele pede essa alta.

No seu caso o beneficio ja acabou, entao é só ir trabalhar. Pericia após cessação é só para quem quer prorrogar o benefício(nao está apto a trabalhar).

aninha souza disse...

MARQUEI UMA PERICIA, VOU FAZER CIRURGIA DE SINDROME DO TUNEL DO CARPO SETE DIAS ANTES DA PERICIA,TRABALHO COMO AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS(LIMPEZA PESADA)GOSTARIA DE SABER SE O INSS PODE NEGAR O BENEFICIO MESMO EU ESTANDO OPERADA. GRATO!

João gontarski disse...

Boa noite!!!
Entrei em atestado por 8 dias, em relação ao 3º dedo da mão esquerda estar inchado, voltei a trabalhar já medicado e não resolveu nada, então procurei um medico especialista em mãos e me pediu uma ressonância, mas neste período fiquei mais 8 dias de atestado. Esses atestados foram concedidos em menos de um mês, ou seja, intercalados, automaticamente entro em beneficio?

Outra pergunta:
Se caso o perito não me conceder o benefício e nem a empresa me considerar apto quem pagará os dias que fiquei no aguardo?
Obrigado!!!!!

Claudia ramalho disse...

ola. bom...tive cancer de mama, ja fui contribuinte, parei e pagava carne, me foi concedido 11 meses de auxilio doença q acaba este mes, vou pedir prorrogação, tenho relatorio psiquiatrico, cardiológico e oncologico onde tomo um remedio para todos esses casos, ceria incoveniente levar tanta coisa, ou levo somente o oncologico....
aguardo, obrigada

Mr. Prev disse...

Pode negar pode, mas acho muito dificil ja que um pós cirugia sempre deixa a pessoa incapacitada para o trabalho por um tempo.
O que pode acontecer é o perito colocar como data da Incapacidade, a data da cirugia, sendo assim o beneficio ira começar dessa data e nao da data que voce marcou.

Mr. Prev disse...

Automaticamente nao, voce precisa amrcar uma pericia medica. A partir do 16º dia de afastamento é por cotna do INSS(se vc amrcar a pericia)

Se o medico negar o INSS nao paga, e muito provavelmente a empresa tambem nao(so se o patrao for legal com voce), ou seja, prejuizo no bolso.

A empresa so é obrigada a pagar os 15 priemrios dias de afastamento

Mr. Prev disse...

Sugiro levar todos e peguntar para o medico perito qual ele quer ver.
Como se trata de materia medica nao posso dar uma respsota mais detalhada e direta, não é minha área.

Ualace Januario disse...

Gostaria de esclarecer uma duvida, meu sogro aposentou-se pos invalidez na ano de 2004 como era motorista profissional teve sua carteira bloqueada pelo inss. Ela aposentou-se devido a problemas na coluna cervical que o impossiblitam de permanecer sentado durante muitas horas , diabetes e hipertensão. Existe uma forma dele tirar outra carteira de motorista apenas para dirigir seu próprio automóvel? Caso sim, qual seria esse procedimento? Isto influenciaria no seu benefício? Desde já obrigado!

Mr. Prev disse...

Não há, na Lei 8.213/91, nenhum dispositivo que condicione a manutenção de Auxílio-Doença/Aposentadoria por Invalidez à suspensão de habilitação para dirigir. Sendo asim o INSS nao deve suspender o beneficio apenas pelo motivo de recuperar a CNH. Porem muitas vezes a pericia médica cessa o beneficio caso o motorista volte a renovar/possuir CNH, entendedo que a pessoa esta em condições de trabalhar.

Em relação a voce conseguir recuperar sugiro entrar em contato com a perícia médica que enviou o oficio ao Detran, pois eu nao sei o conteudo desse oficio.
De repende a pericia entende que habilitação B ele pode ter, desde que nao seja taxista(placa vermelha)

Sem saber o conteudo da pericia não tem como eu responder. Se o focio disse que o senhor esta incapacitado para dirigir VEÍCULO AUTOMOTOR como PROFISSIONAL e AMADOR,ai passa a correr o risco de perder o beneficio se tirar a CNNH novamanete.

Mas se for apenas PROFISSIONAL pode tirar B.

Ualace Januario disse...

Como faço para ter acesso a esse oficio? Ele tem de ser retirado pessoalmente pelo meu sogro ou mesmo posso fazer isso? É possivel acesso a esse documento através da internet? Sua habilitação era "D" pois ele era motorista de ônibus, ao fazer contato com a autoescola buscando o rebaixamento de categoria, foi constatado esse bloqueio por parte do INSS, caso seja apenas profissional, qual o procedimento para requerimento desse desbloqueio? Muito Obrigado!

of everything a little disse...

Olá,sou funcionária pública, e no dia 3 de setembro fiz uma cirurgia de hemorroida, o médico me deu 15 dias de atestado para entregar na empresa e um laudo para eu entregar no inss quando passasse esses 15 dias, pedindo repouso de 45 dias para recuperação. Segunda feira dia 17 vence meus dias de atestado, eu tenho que fazer o requerimento da perícia, nesse mesmo dia 17? Eu olhei no site da previdencia e o pr´ximo di que vai ter perícia é dia 3 de outubro. Eu corro risco de ficar esse 15 dias (de 17/09 a 3/10) sem receber, caso eu não passe na perícia? Eu trabalho em hospital, fico sentada o dia todo, eu trabalho na recepção de um pronto-socorro, a cirurgia que eu fiz, no momento ainda está aberta, e a recomendação é ficar quase o dia todo deitada de lado ou de bruços. Corro o risco de não passar na perícia?

Mr. Prev disse...

O oficio dificilmente voce terá acesso ja que ele é um meio de comunicação entre a pericia e o Detran. Geralmente ha uma comunicação para o segurado tambem, mas independentemente disso seu sogro tem o direito de saber se a pericia o cosniderou incapacitado apenas profissionalmente ou de forma amador tambem.

Entao vai ter que entrar em contado com a agencia onde foi feito a pericia e pedir essa informação, sugiro pedir por escrito pois se for apenas profissional e seu sogro tirar a habilitação B e um dia houver alguma denuncia de alguem querendo prejudica-lo, ele tera como se defender/explicar o porquê dirige.

O detran deve ter essa informação tambem. Em relação ao procedimento, o DETRAN poderá ti orientar melhor, essa é uma parte entre Pericia e DETRAN e eu trabalho com a parte administrativa.

Mr. Prev disse...

Voce tem 30 dias contados a partir do afastamento para marcar a pericia medica. Pericia inicial não tem garantias de recebimento, se o médico perito engar então voce nao irá receber, pelo menos não pelo INSS. Ha garantia de pagametno até o dia da pericia para quem ja está recebendo e pede pericia de prorrogação(PP).

Em realçao a risco de nao passar nao tem como eu tirespoder pois nao sou medico perito nem vi seus relatorios medicos. O que poddo reaformar é que se o perito engar voce nao ira receber, podera ainda recorrer, pedido pericia de reconsideração e depois recurso, mas nenhum tem garantias de recebimento.

Ualace Januario disse...

Muito obrigado...sem duvida seu blog é de muita utilidade para todos...meus parabéns!Sucesso!

vagner disse...

ola parabenizo pelo blog.Minha duvida e estou em auxilio doença desde 2009,apos duas cirurgias cerebral e perda de movimento do lado esquerdo,fui encaminhado pelo medico perito para aposentadoria por invalidez fundamentado no artigo de lei n8.213,de 24/07/1991 artigo 45 anexo 1.Decreto n 3.048,de 06/05/1999 com acrescimo de 25%.Isso foi em 15 de junho de 2012.Ate hoje naum recebi a carta ,ligo no 135 e ainda estou en auxilio doença e consta 0000 como data de vencimento.O que isso quer dizer?quanto tempo demora essa resposta.aguardando a resposta.grato.Vagner

Mr. Prev disse...

Bom saber que estou sendo ultil, obrigado!!!

Mr. Prev disse...

Quando o medico perito faz a sugestao de aposentadoria, o setor resposavel tem até seis meses para decidir se aposenta ou não. Geralmente eles respondem dentro de seis meses, até poque se nao concluirem em seis meses seu pagamento e suspenso(mas nao precisa ficar assustado...rsrsrs).

Fran disse...

boa noite, eu tenho algumas duvidas. entrei na pericia, mais foi negado pois só tinha 9 meses de carencia, estou com tendinite e bolcite no ombro e punho. dai fui ao ministeiro do trabalho e ele fizeram a empresa da a cat, pois a doença é relacionada ao trabalho. fui até inss com o pedido da empresa e com a cat, para eles rever o beneficio negado. e passar de auxilio doença para auxilio acidente. só que eles lá no inss eles abrairam um pequeno processo e falaram pra mim esperar que eles iam me ligar só que ja vai fazer um mes. e ninguem me ligou. o que eu faço. e como fuciona esse tipo de mudança.

Mr. Prev disse...

Muito provavelmente o que aoncteceu foi um processo de recurso. Mo proccesso de recuso o INSS tem 30 dias para apresentar contrrazões e se nao for possivel conceder vai para Jutna de Recurso, e lá pode demorar varios meses.

Acidente de qualquer natirez e algumas doenças isentam de carencia, mas tendinite não. Acho praticamente impossivel o INSS mudar de auxilio-doença comum para auxilio-doença acidentario( o que isentaria de carencia) por causa de um CAT para doença e não acidente.
Mas agora deve estar a caminho da Junta, é agurdar a respsota. Nesse tempo se voce quiser tentar nova pericia voce pode, o recurso continuara valendo e sera analisado.

Vanusa Dias disse...

Boa noite. fiz uma pericia medica que o resultado deu indeferido, ai entrei com o pedido de reconsideração no final da avaliação o perito me disse que ia me dar uma chance de outros peritos analisar minhas documentação, e pediu para aguardar o resultado em casa... a minha duvida é, eu não tinha que ter um papel para apresentar na minha firma? pois eu trabalho de carteira assinada, como vou saber se deu indeferido ou não e o tempo que fiquei esperando se der indeferido o que vou alegar no meu trabalho! posso ser mandada embora por justa causa e eles alegarem que faltou comprometimento da minha parte me ajude por favor tenho medo de perde meu emprego mas também não estou boa para voltar ao trabalho. agradeço a atenção.

aldeir disse...

Boa tarde ,estou aguardando a carta da aposentadoria a 7 meses como saber se foi concedido ou não minha aposentadoria?

lukas terra disse...

ola..
meu pai pegou atestado de 2 meses gostaria de saber se isso atrapalha na hora de aposentar, faltam 8 meses para ele aposentar por tempo de serviço, quando der os 8 meses ele vai ter que trabalhar mais 2 por causa do atestado ?

Claudia ramalho disse...

ola, o termino de meu auxilio doença é 30/09, liguei ontem pra agendar PP e medisseram q por um erro do sistemas todos os beneficios com termino em 30/09 acabaram sendo sessados antecipadamente em 12/09 e q pelo 135 só poderia marcar PR, entao q eu me dirigisse a uma agencia, vou na segunda feira, mas eles podem simplesmente mudar a data? o que sera melhor se eu nao puder fazer nada , seria melhor o PR ou pedir novo auxulio, o q devo fazer...obrigada

roberto disse...

Meu esposo recebe o LOAS desde de 1999. Há 6 anos começou a trabalhar, porém o salario dele é muito pouco para sustentar a família e ainda tem gastos com remédios. Não sabiamos que o LOAS não poderia trabalhar e assim foi esses 6 anos recebendo e o INSS não fez o cancelamento. Essa semana meu esposo recebeu uma carta pedindo uma defesa e se essa não for satisfatória teriamos que pagar quase 40.000,00. Que país é esse? Meu esposo é cadeirante trabalha somente 6 horas, um absurdo ele se submeter a ganhar somente 622,00 que mal dá para os seus remédios. Qual procedimento devemos tomar? Nos dê uma orientação pois meu esposo está muito preocupado, e a doença dele é progressiva e ele não pode passar nervoso. Obrigada desde de já. Catia

alba valeria Lopes disse...

OLA BOM DIA GOSTEI MUITO DE SEU BLOG E GOSTARIA DE SABER SE PODE ME AJUDAR EU FIZ UMA PERICIA MEDICA NO DIA 21/09/2012 MAIS O MEDICO NÃO ME DEU RESPOSTA ESTA ESCRITO QUE FOI CONCEDIDO MAIS QUERO SABER SE VOLTO A TRABALHAR OU ESPERO O COMUNICADO VIA CORREIO ESTOU COM ESSA DUVIDA TENDO EM VISTA QUE MEU AFASTAMENTO DO SERVIÇO ACABOU DIA 23/09/2012 A DATA DO MEU ATESTADO MEDICO ENTRO NO SITE E AINDA NÃO CONSIGO RESPOSTA TEM PRAZO??? ESTOU COM ESSA DUVIDA GRATA PELA ATENÇÃO

Toni disse...

Bom dia,

Parabéns pelo ótimo blog.

Dei entrada no benefício em Passei por perícia em 21/09 onde foi concedido o auxílio reconhecendo o nexo causal (91). Sofro de dores cervicais e lombares, tendinite e bursite nos 2 ombros,tendinite no quadril direito e uma tenossinovite no punho direito. A cid que consta no atestado de afastamento é 75.1, no laudo do médico assistente que solicitou o afastamento consta:75.1,50.1, 57.0+65.1.
A perita só me concedeu o benefício até o dia 31 do 10. Sinto muita dos no quadril coluna e ombros, faço fisioterapia tomo medicamentos e não melhoro. A perita nem me deixou falar e me examinou muito rápido, esse codigo 91 me dá direito a estabilidade no emprego? O que fazer para prolongar esse período de afastamento?

Obrigado

Mr. Prev disse...

Empregado tem direito a sair com a carta de comunciação, se voce tiver o numero de beneficio consulte no site da previdencia ou ligue no 135 para saber o resultado.

Mandada embora acho dificil ja que voce marcou uma pericia e esperou por ela, mas sugiro ir rapido saber a resposta pois se foi indeferido e voce nao entrou comr ecurso nem voltou ao trabalho, voce pdoera ter problemas na empresa.

Mr. Prev disse...

Ligue no 135 ou vao a uma agencia do INSS.

Mr. Prev disse...

Havendo retorno ao trabalho o tempo de auxilio-doença e e contado para a aposentadoria por tempo de contribuição

Mr. Prev disse...

Se foi erro do sistema, irao fazer a correcao a tempo(imagino eu). Prefiro PR do que novo beneficio.

Mr. Prev disse...

O erro nao foi do INSS e sim do seu esposo que retonou ao trabalho sem comunicar ao INSS. A Ação tomada pelo instituto está correta pois LOAS é para pessoa incapaz de trabalhar ou idoso com renda per capta menor de 1/4 do salario minimo.

Mas vamos lá!

Na defesa nao tem muito como argumentar pois como disse o erro foi dele, voce ate pode falar sobre o desconehcimento de nao poder trabalhar, mas vai ser insuficiente. A proxima etapa sera abrir prazo para recurso à Junta, onde os argumentos vao ser praticamentes os mesmo mas quem vai analisar se é suficente ou nao é uma junta de recurso, se perder e nao tiver como apgar a Procuradoria encaminha para virar divida ativa e é ai que seu esposo pode se salvar, pois o Juiz pode enteder que o erro foi do INSS que nao fiscalizou e mandar arquivar o processo de cobrança(ja vi isso acontecer muitas vezes), mas o Loas continuara cessado. Ele ate pdoe depois entrar com novo pedido e tentar novo beneficio.

Sugiro argumentar que seu esposo é realmente invalido, anexar documentso medicos que comprovam a invalidez e a dependencia que ele tem de terceiros, isso pode ate ajudar a manter o beneficio, ja em relação a divida provavalemnte ficara na mao do juiz executar ou arquivar pois invalido ou nao pelo que entendi ele tem renda comprovada, ele estava registrado.

Mr. Prev disse...

Ligue no 135 e pergunte qual a data de cessação.
Empregado tem qeu receber a carta no dia da pericia, mas ja que nao aconteceu lige no 135

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 543   Recentes› Mais recentes»